quarta-feira, 4 de julho de 2007

Mais uma da PF

Desbaratada quadrilha acusada de desviar R$ 100 mil
A Receita Federal iniciou na manhã desta quarta-feira a Operação Arroba, que tem o objetivo de combater a sonegação fiscal e as fraudes previdenciárias de frigoríficos localizados nos Estados do Pará, Maranhão, Piauí, Pernambuco e Paraíba. Segundo a Receita, os grupos são suspeitos de desviar aproximadamente R$ 100 milhões dos cofres da União, nos últimos cinco anos.
Estão sendo cumpridos 25 mandados de busca e apreensão em 15 empresas e dez para documentação e equipamentos de pessoas físicas. Foram mobilizados 50 auditores da Receita Federal e 150 policiais federais. As investigações começaram há um ano. Os suspeitos são acusados de usar empresas fantasmas para vender gado e carne ao mercado atacadista. Com isso, sonegam impostos e contribuições trabalhistas e previdenciárias. Sócios "laranjas" assumiam as obrigações tributárias mediante contratos inexistentes de prestação de serviço de abate, arrendamento e outros através de empresas de fachada. Com esses artifícios, os impostos deixavam de ser declarados ou eram declarados menores. Para detectar as irregularidades a Receita cruzou informações com a movimentação financeira dos frigoríficos através da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). A Operação Arroba é extensão de outra denominada Abatedouro, deflagrada no mês passado nos Estados do Tocantins, Maranhão e Pará.
Agência Brasil

Nenhum comentário: