sábado, 14 de julho de 2007

Prefeito líder de torcida bandida.

Indícios sobre as vaias
Eduardo Guimaraes
Aos poucos, vai ficando mais claro o por que das vaias a Lula na abertura dos Jogos Pan-Americanos. Tenho a esperança de que algum órgão de imprensa independente vá fundo nesse assunto, porque os indícios de que o prefeito do Rio, Cesar Maia (PFL), usou dinheiro público para tentar desmoralizar Lula, são gritantes. Há testemunhas que relatam indícios que precisam ser investigados. Não se espera que a mídia tucana (Folha, Globo, Estadão, Veja etc) se interesse pelo uso político de dinheiro de todos os brasileiros por adversários de Lula. Corrupção, para a mídia, só se a suspeita pesar sobre o presidente da República, seu partido e seus aliados. Vamos aos indícios: 1º - A mídia está divulgando que os preços dos ingressos para a cerimônia de abertura do Pan ficaram entre R$ 20 e R$ 250. O objetivo é claro: pretende-se insinuar que os que vaiaram Lula são de todas as classes sociais. Não é bem assim. Segundo o portal Globo.com, os preços das entradas da Abertura do Pan foram de R$ 20, R$ 100, R$ 150 e R$ 250. Contudo, já no dia de abertura da venda de ingressos nas bilheterias do Maracanã, os de R$ 20 já estavam esgotados. Só havia os mais caros. Não se sabe, ainda, onde foram parar os ingressos “populares”. Mas há indícios, como vocês verão no 2º item. 2º - Estão me chegando incontáveis relatos de que o prefeito Cesar Maia (PFL) promoveu ampla distribuição dos convites mais baratos para funcionários da prefeitura do Rio, sobre os quais ele detém poder de coação. Uma boa investigação descobrirá facilmente se o povão carioca não pôde assistir a cerimônia de abertura do Pan porque os ingressos de preços populares, que custam dinheiro público, foram entregues à claque de Maia. 3º - Estou recebendo vários relatos de que no dia da cerimônia de abertura do Pan, uma expressiva quantidade de ônibus lotados de funcionários da prefeitura do Rio saíram dessa mesma prefeitura rumo ao Maracanã. Com que ingressos os servidores públicos foram ao estádio se tais ingressos estavam “esgotados”? E por que saíram DA PREFEITURA? 4º - Há, no You Tube, um vídeo que mostra que as vaias a Lula foram “ensaiadas” um dia antes da cerimônia de abertura do Pan. Luiz Carlos Azenha divulgou em seu site o link para o vídeo :
A hipótese de as vaias a Lula terem sido orquestradas, é gravíssima. Polícia Federal e Ministério Público têm obrigação de investigar. O dinheiro dos ingressos supostamente doados a funcionários da prefeitura do Rio, o custo dos ônibus que saíram da prefeitura do Rio com funcionários designados para puxar vaias contra Lula, se tudo isso se confirmar, terá havido crime. Será uso de dinheiro público para fins políticos de grupos privados. O silêncio da mídia sobre o assunto constitui excelente indício de que essa bomba é poderosa e pode estourar. O feitiço poderá virar contra o feiticeiro. Se acontecer, será lindo.

Nenhum comentário: