quarta-feira, 18 de julho de 2007

A verdade tarda mas não falha.

Nada como uma hora após a outra.
Deu na TV, as seguintes informações: 1) A vistoria nas pistas para verificar as condições de pouso, foi feita na semana passado e nada de anormal foi encontrado; 2) No momento do pouso do avião que desceu numa velocidade bastante superior a permitida, não tinha lâminas d'água; 3) Foi determinado investigação para saber se o avião estava com a manutenção em dia; 4) E se os pilotos não estavam sobrecarregados; 5) Foi mostrado um vídeo que mostra um avião na pista com velocidade normal e logo em seguida aparece o air bus 3054 daTAM que segue numa velocidade bem superior em linha reta e em seguida se ver um clarão. Tá tudo gravado, não são ilações. Resta saber se as pessoas de bom senso vão parar para ver e ouvir isso. Parece que o pior da tragédia é a exploração que a mídia partidária golpista mostra.
Recordar é preciso I
VEJAM ESSA MATÉRIA DE 26 DE DEZEMBRO. Incidente Ontem à tarde, passageiros da TAM do vôo 3054 tiveram de retornar ao aeroporto de Porto Alegre dez minutos depois da decolagem.Segundo um dos passageiros do vôo, foi sentido um cheiro forte na aeronave, mas não houve pânico. Logo depois, o avião aterrissou.Segundo a assessoria da TAM, o problema foi simples. A aeronave não conseguiu pressurizar. Depois da aterrissagem, os passageiros foram colocados em outro avião e seguiram viagem para São Paulo.
Recordar é preciso II
Desde que estourou a crise no setor aéreo, sabe qual é a Empresa mais denunciada: TAM. Veja o que foi escrito no site http://www.fab.mil.br/htm/index.htm em 26 de dezembro de 2006.
Abuso na aviação Sabe-se que o caso da TAM é de aproveitamento da crise. Desde que estourou o escândalo dos vôos no Brasil, a culpa caiu inicialmente sobre os controladores de vôos. Houve declarações do sindicato alçando caminhos da popularidade. Perdeu ponto. O brigadeiro Bueno convocou reservas e os aquartelou na base de Brasília. Por trás, a coisa continuou a piorar. Ontem, no aeroporto, fui informado de que a vice-presidência comercial da TAM, entregue ao funcionário Wagner Ferreira, passou a aceitar todos os pedidos de vôos. A empresa sabia que a procura era grande, mas continuou. A pessoa passava horas na fila e, quando chegava ao despacho, era informada de que o vôo estava lotado. Muita gente com a confirmação da viagem ficou sem informações e sem saber o porquê. Autoridades da Aeronáutica estranharam o procedimento. Mandaram investigar a reserva das companhias e detectaram horrores que aconteciam na TAM. O número de passageiros era muitas vezes superior ao de aviões. Foi então que o presidente Lula autorizou as aeronaves da Aeronáutica a transportarem passageiros da TAM. Agora, a empresa está em palpos de aranha depois da ganância manifestada no setor de reservas.

Nenhum comentário: