sábado, 4 de agosto de 2007

O fracasso da elite branca

O FRACASSO DA ELITE BRANCA
A Passeata da Minoria - a revolta da Elite Branca
O balanço da Passeata do FRACASSO:
- SÃO PAULO - 400 pessoas
- PORTO ALEGRE - 50 pessoas
- CURITIBA - 200 pessoas
- RIO DE JANEIRO - 100 pessoas
- BRASÍLIA - 100 pessoas
- BELO HORIZONTE - 200 pessoas
Comprovado: o presidente Lula é o presidente do povo brasileiro, da maioria que confia na mudança que vem ocorrendo desde 2003.
A MÍDIA CONSERVADORA PERDEU MAIS UMA.

2 comentários:

Jussara Seixas disse...

ETA POVINHO BESTA!

Quem comandou a manifestação contra Lula em SP são os mesmos que há anos fazem manifestações contra Lula e contra o PT. São pessoas de mente pequena, despirocados e despirocadas que só olham para seus umbigos gordos. Gente que não aceita que o governo Lula privilegie os mais pobres do país. Pessoas tão burras que não entendem que investir em gente, investir alimentação e na educação dos mais pobres vai trazer crescimento, aumentar a produtividade, diminuir o desemprego e a violência. Essa corja não quer que o pobre coma mais e melhor, não quer que o pobre estude, não quer que o trabalhador mantenha os direitos trabalhistas adquiridos há décadas. Essa corja não quer que o povo mais pobre possa viajar de avião, ir ao cinema, aos shoppings, pois isso antes era privilégio da corja. Essa manifestação reuniu gente da pior espécie em SP: os preconceituosos, os racistas, os saudosistas da ditadura militar, os que são contra os Direitos Humanos, os malucos que querem separar SP do resto do país, os "nacionalistas" adeptos do nazismo e adoradores de Hitler. Estiveram presentes ao meeting também alguns amigos do coronel assassino assassinado Ubiratan Guimarães, o comandante das 111 mortes no Carandiru. Nenhuma novidade, a corja está antecipando a campanha eleitoral em SP, estão cansados da popularidade do presidente Lula e bateu o desespero. Essa gente não aceitou a derrota do Alckmin, que beneficiaria uns e outros de alguma forma. Alckmin prometera acabar com os direitos trabalhistas, privatizar, privatizar, privatizar, diminuir o salário mínimo, acabar com o Bolsa Família, acabar com PROUNI. Iria governar para eles, para a elite branca inútil. É gente que está cheia de ódio porque o país está cada vez melhor nas mãos de um presidente de origem nordestina, ex-metalúrgico, líder de um partido de esquerda. A elite branca paulista inútil conseguiu reunir menos de 2.000 pessoas, segundo a PM, e muitos jornais falam em 400 pessoas. E SP, a capital, tem uns 12 milhões de habitantes, As outras capitais aonde houve o tal meeting -- Brasília, BH, RJ, Curitiba, Porto Alegre,Vitória --, juntas, não reuniram mais do que 700 pessoas. Esses despirocados não sabem que o Brasil tem mais de 180 milhões de habitantes, e que a aprovação pessoal do presidente Lula é de 62%. Como disse a manicure da Eliane Cantanhêde, vinda do Piauí, se falar mal do Lula lá apanha!

Jussara Seixas

Alessandro disse...

Não vou insultar, apesar dos comentários preconceituosos que vi aqui contra a chamada ¨elite¨, mas acho errado dizer que ¨essa corja¨ não quer que os pobres viajem de avião...
Acho que todo pobre deveria ter o direito de voar de avião, mas pensem no problema: Se a infraestrutura dos aeroportos não comporta nem a chamada ¨elite branca¨ como vai comportar os outros 140 milhões de brasileiros?

E depois por que criticar tanto essa tal ¨elite branca¨ se o ideal seria se não existissem pobres?