segunda-feira, 3 de setembro de 2007

Denúncia de Mensalão tucano sai até dia 10

Novo Jornal - Relatório da Polícia Federal sobre o mensalão do PSDB é devastador, atingindo 70 personalidades políticas e empresariais Até o dia 10 de setembro. Esta é a previsão da Procuradoria da República para apresentação da denúncia contra o senador mineiro Eduardo Azeredo. Aos que tiveram acesso ao relatório da Polícia Federal (PF), ficou uma impressão de que se trata, talvez, da mais perfeita investigação realizada nos últimos 20 anos no país. As conclusões são baseadas em uma farta documentação e depoimentos que comprovam a efetiva utilização, em 1998, de uma enorme quantidade de dinheiro público a financiar a campanha eleitoral de Azeredo. A cautela excessiva adotada, neste procedimento, pela Procuradoria da República é fruto do amadurecimento das relações com a Polícia Federal, que teria pedido ao procurador para não apresentar a denúncia no Supremo antes da conclusão do relatório do inquérito. Quase a totalidade do primeiro escalão do governo de Azeredo está envolvida e será denunciada. A famosa lista de Cláudio Mourão foi tremendamente investigada, comprovando a veracidade da mesma. Se confirmado, o prazo previsto para apresentação da denúncia pela Procuradoria da República, que servirá de base para representação do PSOL no Senado, é bem possível que o julgamento de Azeredo saia antes ou, no máximo, junto com a do presidente da Casa, Renan Calheiros. Nos últimos dias ainda foi tentado uma manobra política para evitar a apresentação da denúncia pelo ministro Walfrido dos Mares Guia. Porém, a mesma, foi afastada, diante da determinação de membros da Polícia Federal e da Procuradoria da República.Se a lista do Cláudio Mourão foi realmente "tremendamente investigada" o Procurador terá que denunciar o atual governador de Minas Gerais, Aécio Neves, que consta como recebedor de R$ 110.000 em 1998. Será que ele terá coragem? Como será que reagirão os formadores da opinião tucana? Muitos já acham que a imprensa irá novamente responsabilizar Lula (sic), já que um dos prováveis denunciados será o ministro Mares Guia, que foi candidato à vice na chapa de reeleição de Azeredo. Mares Guia é o principal interlocutor de Lula com Aécio, que tem as portas abertas no PTB, partido do ministro.
Depois do valerioduto mineiro, vamos esperar as investigações da Lista de Furnas. Mais uma denúncia devastadora para os tucanos, não fosse a complacência da imprensa com tudo o que não envolve petistas.http://www.aleporto.com.br/index.php

Nenhum comentário: