quarta-feira, 3 de outubro de 2007

PSDB ENLOUQUECIDO E A MÍDIA CALADA

Jussara Seixas disse...
http://por1novobrasil.blogspot.com
Quando Roberto Jefferson foi pego – com as mãos, boca e pés na botija – roubando os Correios, atacou para se defender. Acusou o PT do tal mensalão. Foi cassado porque não provou o que disse, não provou a existência do mensalão. Foi cassado porque disse que recebeu 4 milhões do PT, caixa 2, para a campanha do PTB (não disse o que fez com dinheiro). Agora a PGR vai denunciar o Eduardo Azeredo, do PSDB, como chefe da quadrilha do mensalão do PSDB.
Mensalão virou terminologia para caixa 2. Segundo relato da PGR, há vários envolvidos, há provas concretas contra vários políticos do PSDB, e farta comprovação documental de que Azeredo era o chefe da quadrilha que organizava desvios financeiros das estatais de MG.
Azeredo envolveu FHC, Aécio também foi citado nessa roubalheira: tudo indica que o caixa 2 não foi somente mineiro, teve âmbito nacional. A conferir com as denuncias da PGR nos próximos dias. O PSDB está agindo como Roberto Jefferson: para de defender, resolveu atacar o presidente Lula. Se o Azeredo for denunciado, clamam, o presidente Lula também tem que ser.
São loucos, estão desesperados, babando na gravata. Em 04/03/2006, o relatório confidencial da Polícia Federal com os resultados do inquérito aberto para apurar o escândalo do mensalão registra que, após oito meses de investigação, não se detectou um único indício de envolvimento do presidente Lula no caso que resultou na maior crise política do atual governo. O trabalho da polícia reforça a versão oficial do governo: informado pelo ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ) da existência do mensalão, o presidente teria determinado a dois auxiliares – Aldo Rebelo, à época ministro, e Arlindo Chinaglia, líder do governo na Câmara – que apurassem o fato. A PGR não denunciou o presidente Lula porque é boazinha com o presidente, mas porque não há a mínima prova contra o presidente Lula. O presidente Lula foi investigado por três CPIs, pelo MPF e pela PF. Todos os políticos da oposição investigaram a vida do presidente Lula, do nascimento até os dias de hoje. Não encontraram nenhuma prova que lhes desse a mínima chance de envolver o presidente Lula. Criaram achismos, ilações, invencionices, mas nenhuma prova, nenhuma evidência, nenhum indício. A PGR denunciou 40 supostos envolvidos e o STF aceitou a denuncia. O presidente Lula não foi denunciado, mas o Azeredo será. Os corruptos safados e covardes foram pegos com a boca na botija. Caiu a casa do PSDB. Toda a farsa da ética, da moralidade, do decoro parlamentar, virá à tona. A mídia está encolhida, não foi procurar FHC para dar opinião, ele que adora dar opinião, não cerca Azeredo para pedir explicações, não questiona os políticos do PSDB, não entrevista o Marcos Valério sobre o caixa 2 mineiro. A mídia tucana murchou, está com o rabinho nos meio da pernas, tal qual cachorro que cagou na igreja.
Jussara Seixas

Nenhum comentário: