quarta-feira, 10 de outubro de 2007

SENADO, QUE VERGONHA!

Jussara Seixas http://por1novobrasil.blogspot.com
Este texto consta na pagina da Internet do Senado: Há quase 200 anos o Senado, em nome do povo brasileiro, constrói as instituições que fazem o Brasil e sua história confundir-se com a própria história do nosso País. Não é verdade! Não pode ser. Não é isso que o povo brasileiro está assistindo, não é esse o sentimento do povo. Não é assim que o mundo todo está vendo o Senado brasileiro, não é isso que o Senado brasileiro representa hoje. A história do Brasil não deve ser escrita em um ambiente de delegacia de policia. Pior ainda, ali se investigam assuntos particulares, íntimos, que não dizem respeito aos anseios do povo. Fofocas, ilações, trocas de acusações, áudios de gravações que não interessam ao país, não fortalecem as instituições, não promovem o crescimento, não beneficiam o povo brasileiro. As ações de chantagem da oposição feroz e virulenta apenas causam constrangimentos, humilhação, desavenças, burburinhos que serão estampados nas manchetes dos jornais. O ódio da oposição por não ser mais poder, por não conseguir prejudicar o governo do presidente Lula, é visível até da Lua. Para aprimorar o clima de delegacia de policia os senadores compraram, e levaram para dentro do Senado, a revista Play Boy com fotos da ex-amante do senador Renan nua, contorcendo-se para que tudo ficasse à mostra. Todos os senadores da oposição feroz e virulenta imitaram-na, contorcendo-se e mostrando seus rabinhos presos há anos, décadas até, por ilícitos que cometeram: um desvio aqui, outro ali, uma propina aqui, outra ali, uma privatização escusa aqui, outra ali. Uma concessão de TV aqui, outra ali, uma emenda sob encomenda aqui, outra ali. A ponte não saiu do papel, o hospital não existe, a escola não existe, e o dinheiro público existiu, não existe mais. Onde foi dinheiro todo mundo sabe, todo mundo viu, mas o tempo passou, a CPI não saiu e o PGR engavetou. Agora eles querem de volta o poder que tiveram por mais de 8 anos – aliás, mais de 500 anos. Querem começar derrubando o presidente do Senado: enxergam nele um ponto fraco porque o conhecem, sabem que ele deve ter feito o que eles fizeram também. Esse é o retrato, ao vivo e a cores, com áudio, do Senado brasileiro hoje. Que vergonha!.

Nenhum comentário: