domingo, 20 de janeiro de 2008

Manoel Júnior: 'PSDB e DEM prejudicaram a Paraíba'


O deputado federal Manoel Júnior (PSB) responsabilizou ontem PSDB e DEM pelos prejuízos que o Brasil e, especialmente, a Paraíba terão com a rejeição da CPMF. Nos seus calculos, o Estado deve perder algo em torno de R$ 200 milhões dos recursos que teria alocados no Orçamento Geral da União.
“Esperávamos chegar aos R$ 450 milhões se a CPMF não fosse derrotada. Agora, vamos trabalhar bastante para tentar atingir os R$ 250 milhões, mas acho muito difícil”, prevê Manoel Júnior, lamentando que os senadores Cícero Lucena (PSDB) e Efraim Morais (DEM) tenham votado contra a CPMF, mesmo sabendo que os paraibanos seriam prejudicados.
A cassação do Governador.
Segundo o parlamentar, a população paraibana está preocupada com a estagnação que tomou conta do Estado, a partir da cassação do governador, e quer que o TSE aprecie o quanto antes os processos para que a Paraíba volte a crescer. “A Justiça Eleitoral paraibana fez a sua parte, julgando com imparcialidade, retidão e coragem aquilo que contava nos autos. Resta agora esperar que o TSE resolva o problema da população paraibana que deseja ver o Estado reencontrar o caminho do desenvolvimento. O Estado hoje está largado e sendo inventariado”, afirmou Manoel Júnior. O deputado socialista também analisou o quadro politico nacional, onde aponta o presidente Luiz Inácio Lula da Silva como maior eleitor da história recente do Brasil. Manoel Júnior acredita que Lula terá influência decisive nas eleições de 2008 e 2010, principalmente na região Nordeste. Manuel Júnior falou ainda sobre sua atuação na Câmara dos Deputados, durante o primeiro ano de mandato. Segundo ele, a participação em comissões importantes como a Mista de Orçamento e o volume de projetos apresentados indicam uma participação efetiva e produtiva. “Apresentamos mais projetos que os demais colegas”, lembrou.

Nenhum comentário: