terça-feira, 22 de janeiro de 2008

Ministro autoriza início das obras civis da Transposição



"A assinatura da ordem de serviço mostra, mais uma vez, que o Projeto de Integração da bacia do São Francisco às bacias do Nordeste Setentrional é irreversível e uma prioridade para o governo federal".
O Ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, assinou nesta segunda-feira (21/01), a ordem de serviço que autoriza o início da execução das obras civis do primeiro lote do Projeto de Integração da bacia do São Francisco às bacias do Nordeste Setentrional. O consórcio vencedor da licitação, formado pelas empresas S.A. Paulista, Serveng e Carioca , realizará as obras de instalação, montagem e testes dos equipamentos mecânicos e elétricos da primeira etapa de implantação do Lote 1 do Eixo Norte, que parte de Cabrobó, em Pernambuco, cujo valor global é R$ 238,8 milhões. "A assinatura da ordem de serviço mostra, mais uma vez, que o Projeto de Integração da bacia do São Francisco às bacias do Nordeste Setentrional é irreversível e uma prioridade para o governo federal. Os recursos para a execução da obra estão garantidos no PAC e não faltará dinheiro para o projeto seguir adiante", ressaltou Geddel Vieira Lima. Segundo os representantes do consórcio vencedor e o secretário de infra-estrutura hídrica, João Santana Filho, dentro de 20 dias, máquinas, equipamentos e os operários estarão no local da obra trabalhando plenamente. O Lote 1 compreende serviços como os segmentos de canal, em uma extensão total de 39.128 metros, sistema de drenagem interna das seções dos canais, 12 tomadas d’água de uso difuso ao longo dos canais, muretas laterais no topo dos bordos revestidos dos segmentos dos canais, pistas laterais com 6 metros de largura ao longo do sistema adutor, passarelas para pedestres, pontes nos cruzamentos com estradas vicinais, drenos externos de proteção do sistema adutor, cercas de proteção nos dois extremos da faixa de domínio do sistema adutor, dentre outras ações. O Eixo Norte percorrerá cerca de 400 km nos Estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte, conduzindo água aos rios Salgado e Jaguaribe, no Ceará; Apodi, no Rio Grande do Norte; e Piranhas-Açu, na Paraíba e Rio Grande do Norte. O Eixo Leste que terá sua captação no lago da barragem de Itaparica, no município de Floresta (PE), terá uma extensão de 220 km até o rio Paraíba (PB), após deixar parte da vazão transferida nas bacias do Pajeú, do Moxotó e da região agreste de Pernambuco. Para o atendimento das demandas da região agreste de Pernambuco, o projeto prevê a construção de um ramal de 70 km que interligará o Eixo Leste à bacia do rio Ipojuca. http://www.aleporto.com.br

Nenhum comentário: