quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

Morra Tucanalha-DEMoníaca

O PT foi o partido que mais cresceu

Mesmo depois de mudar de nome e buscar uma nova identidade, o DEM, queria ser o antigo PFL, mas continuou PFL, foi o partido que mais perdeu filiados no último ano. Entre novembro de 2006 e novembro de 2007, a agremiação perdeu 31,5 mil filiados. No mesmo período, o PT foi a sigla que mais cresceu e contou com 108 mil novas filiações, segundo balanço divulgado ontem pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O número de filiados ao DEM diminuiu de 1,028 milhão para 996 mil. Foi a única queda de filiações entre os grandes partidos. Já o crescimento registrado pelo PT é significativo quando comparado às filiações realizadas durante o primeiro ano do governo Lula: entre outubro de 2002, quando o presidente foi eleito, e outubro de 2006, foram 218 mil novos filiados. Na seqüência das inscrições partidárias aparecem o PSDB, com 100 mil filiados e o PMDB, com 74 mil. O PMDB continua sendo o maior partido e a única legenda com mais de 2 milhões de filiados: são 2,096 milhões. Nos cinco maiores colégios eleitorais do país, o partido só não tem o maior número de filiados no Rio, onde o PDT lidera. A segunda legenda com maior número de eleitores filiados é o PP, com 1,279 milhão. Em seguida, aparecem PSDB, com 1,196 milhão, PT, com 1,156 milhão de filiados, e PDT, com 1,02 milhão. Em São Paulo, maior colégio eleitoral do país, o PT é o segundo partido com mais eleitores filiados, com 11,9% do total, seguido por PTB , PSDB e PP. O DEM tem o segundo maior número de filiados na Bahia e em Minas, Estados onde registra 11,3% e 10,1%, respectivamente, de filiados em relação ao total. Segundo os dados divulgados pelo TSE, o país registrou 815,5 mil novas filiações a um dos 28 partidos políticos, no período entre novembro de 2006 e novembro de 2007. Do total de eleitores, 9,7% estão filiados a alguma legenda (são 12,398 milhões de filiados, de um universo de 127,218 milhões de eleitores). Dentre os cinco maiores colégios eleitorais, o Rio Grande do Sul é o que registra a maior proporção de filiados entre os eleitores: 14,45%. Já na Bahia, a proporção é a menor, com 7,7%.

Nenhum comentário: