terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

FHC E SERRA "OBSTACULIZAM" CPIs

 

Paulo Henrique Amorim


. Na hora de a onça beber água, os sumo-sacerdotes tucanos mostram a cara.

. O presidente eleito José Serra suspendeu (será ? quando o vice dele vai de novo a Nova York ?) a “tapioca”.

. O presidente eleito foi para o púlpito amigo do Jornal Nacional dizer que “é culpa da Marta”.

. O presidente do partido, o senador Sérgio Guerra, perdeu a compostura e, segundo a Folha, disse: “Esse negócio de remeter (a CPI) a São Paulo é s... pura”.

. Gente finíssima.

. Sensacional foi a reação do Farol de Alexandria.

. Segundo a Folha, “investigar desde 1998 é arbitrário, diz FHC” (clique aqui para ler).

. Claro: arbitrário, sem propósito, uma indignidade, sem “fato determinado” é s... pura...

. Mas, como ousam supor que o Farol tivesse uma tapioquinha ?

. Clique aqui para ler a tapioca que o Azenha pregou na reputação do Farol.

. Clique aqui para ler o Mino Carta: “todo mundo tem telhado de vidro”.

. “Essas coisas não passam diretamente pelo Presidente”, disse o Farol.

. Claro: na hora de pegar o Presidente Lula, de fazer ele sangrar, as coisas passam pelo Presidente ...

. Na hora de entrar na copa e na cozinha do Alvorada, não, não pode.

. Sim, porque a “tapioca” do FHC atingia seu ápice na eno-gastronomia.

. O Farol morre pela boca.

. Como lembra Janio de Freitas – pág. A5 da Folha, clique aqui para ler - FHC tinha uma “chef” que ganhava US$ 12 mil para ir a Brasília fazer o cardápio semanal do Farol.

. Veja bem: US$ 12 mil para FAZER o cardápio.

. Não é fazer a comida, não.

. É desenhar o cardápio, traçar a estratégia, fazer o cardápio “avançar” ...

. Sugiro que a CPI da “tapioca” chame a “chef” de US$ 12 mil – será a Roberta Sudbrack  ? – e a mim próprio, Paulo Henrique Amorim, que tem informações impressionantes sobre a adega presidencial nos tempos da “tapioca” “cru classé” do Farol.

. O Farol está uma fera.

. Tentou impedir que a CPI fosse até 1998.

. Mas, como não conseguiu, mostrou aquilo que ele é:

. “Não vejo razão para obstaculizar.”

. “Obstaculizar” ?

. Deve ser a proximidade ideológica com o Ministro (?) Mello.

. Mello é outro que seria capaz de falar “obstaculizar” e crer que as pessoas o levam a sério.

Em tempo: Janio de Freitas diz que Roberta Sudbrack ensinou FHC a se portar nos restaurantes: FHC escolhia os vinhos pela coluna da esquerda e Tasso Jereissati pagava. Como deve ser bom ser Presidente ...

Em tempo 2: o Conversa Afiada perguntou aos Ministros do Supremo Celso de Mello e Marco Aurélio de Mello se são a favor de quebrar o sigilo do cartão corporativo do Presidente Fernando Henrique Cardoso ?

A pergunta foi repassada à chefe de gabinete do Ministro Celso de Mello, Janeth Aparecida Dias de Melo, e à assessora de imprensa do Ministro Marco Aurélio de Mello, Andréia Mesquita.

Em tempo 3: o Conversa Afiada gostaria de entrevistar Roberta Sudbrack, mas depois de visitar o site Conversa Afiada ela resolveu não dar entrevista.

 

Um comentário:

Osvaldo disse...

Possuir um restaurante não é fácil, mas é muito gratificante. Eu gosto quando as pessoas me parabenizou por comida, receitas inovadoras e do bom ambiente na minha empresa. Eu tenho um dos melhores restaurantes em higienopolis!