terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Para desespero da Mídia tucana-DEMoníaca:Presidente Lula lança novo programa social

Objetivo é combater pobreza rural; oposição cogita contestar plano no Supremo
Batizado de Territórios da Cidadania, programa agrupa R$ 11,3 bilhões de investimentos já existentes em ações de 15 ministérios 
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançou um programa que será uma espécie de mutirão federal no combate à pobreza rural. Serão 135 ações (nenhuma delas nova), de 15 ministérios, direcionadas a 958 municípios de todos os Estados.Diante do potencial do programa, chamado Territórios da Cidadania e no qual devem ser aplicados R$ 11,3 bilhões neste ano, a oposição já cogita contestá-lo no Supremo Tribunal Federal. Os municípios a serem atendidos fazem parte de 60 territórios criados pelo governo federal, com base, segundo ele, nos mais baixos índices de desenvolvimento humano e nas maiores concentrações de assentados da reforma agrária, beneficiários do Bolsa Família e agricultores familiares.Nas zonas rurais desses territórios, vivem cerca de 7,8 milhões de pessoas, que na prática serão o alvo do programa, idealizado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário. Não há recursos novos -todo o dinheiro aplicado já faz parte dos orçamentos dos ministérios.
Para Lula, o Territórios da Cidadania é "o segundo grande passo para a gente acabar com a pobreza". O primeiro teria sido o Bolsa Família, que atende cerca de 11 milhões de famílias. Na quinta, ele participa, em Quixadá (CE), do lançamento de um braço do programa.Sobre o Bolsa Família, Lula afirmou: "Eu não tenho pressa [de acabar com o Bolsa Família]. O Bolsa Família vai acabar no dia em que a sociedade conseguir construir as políticas de distribuição de renda para que o povo não precise mais dessa política do governo".
Notem bem o que disse o ministro Marco Aurélio Mello, " que o lançamento do Territórios da Cidadania em ano eleitoral poderá ser contestado judicialmente. Temos de aguardar que os que se sintam prejudicados recorram ao Poder Judiciário. Em tese fica muito difícil eu me pronunciar."DEM e PSDB estudam ir ao Supremo Tribunal Federal contra o projeto.

Jussara:
Entenderam meus amigos, é assim que funciona a confraria do ministro Mello com o PSDB/DEM. Faltam 8 meses para as eleições municipais, a lei é clara, não admite repasses de recursos da União para Estados e municípios e dos Estados para os municípios nos 90 dias que antecedem as eleições.Estamos a 240 dias das eleições. Notem o que diz a oposição feroz e virulenta: Queremos saber quais são os critérios adotados para definir as áreas beneficiadas e, se verificarmos o caráter eleitoreiro, claro que vamos ao Supremo", disse o líder do DEM na Câmara, ACM Neto (BA).Para o presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (CE), o Territórios da Cidadania foi lançado para conquistar votos em algumas regiões. "É um projeto 100% eleitoreiro." Pois é assim, investir nos mais pobres, nos mais necessitados, nos que precisam de ajuda urgente, é contestado, é eleitoreiro. O PSDB/DEM não está preocupado com o povo, e nem está achando bom que eles sejam beneficiados, eles querem que o povo se exploda.Para eles quanto mais o povo for prejudicado melhor, eles tem uma chance de voltar ao poder.

Nenhum comentário: