terça-feira, 18 de março de 2008

O Governador Cássio PSDB/PB não fala; débito com o BNDES pode ser a ponta do iceberg

Maranhão teme receber herança maldita.
 
Um clima de mistério e de incertezas reveste as ações do Governo. Uma reunião para discutir dívidas que envolvem milhões em obras de saneamento ( Cagepa) vazou para um portal da cidade e acendeu as suspeitas de que, a situação financeira do Estado atingiu o seu ponto crítico e as insinuações do senador Maranhão começam a adquirir consistência e ele pode herdar o que definiu como sendo uma "herança maldita".

O governador  Cássio Cunha Lima foi às pressas ao Rio de Janeiro participar de uma reunião com a  direção do BNDES, para negociar uma dívida de mais de R$ 70 milhões cobradas pelo banco a Cagepa e que inviabilizou as operações de empréstimos solicitados pelo Governo da Paraíba recentemente.

A reunião aconteceu sob um manto de mistério revelado em parte por um veículo aliado do Governo, que deixou transparecer uma realidade financeira grave, "mas de responsabilidade de gestões anteriores". O próprio governador foi econômico em explicações, apesar do clima de tensão que envolveu o encontro para discutir o débito.

Para o deputado federal Wilson Santiago o atual governo exauriu as condições financeiras do Estado e as informações sobre a real situação são escamoteadas. “ Ninguém sabe o que realmente está acontecendo. O que se vê são autorizações concedidas pela Assembléia na calada da noite, para que um governante ameaçado de cassação realize operações de empréstimos com organismo internacionais sem nenhum tipo de  definição ou esclarecimento”.

Ele prever uma situação de descalabro muito difícil de ser administrada. Santiago acusa o Governo Cássio Cunha Lima de operar nas sombras quando o assunto é a real situação financeira do Estado.

Ontem, em tom de mistério, o portal aliado divulgou que o governador participou de uma reunião "tensa" com o BNDES, onde o organismo financeiro cobrava dividas da CAGEPA que chegam aos R$ 70 milhões. Apesar do esforço em transmitir que a situação, apesar de tensa tenha sido normalizada e de transferir para o seu principal desafeto a responsabilidade pela dívida, nada mais foi esclarecido ou divulgado.

A misteriosa e tensa reunião realizada na sede do BNDS, no Rio de Janeiro, reforça a preocupação do deputado Wilson Santiago que, ressalta ter o governo Lula liberado investimentos expressivos para Paraíba, principalmente na área de saneamento básico, pavimentação de rodovias, além dos programas sociais, todos adotados pelo governador Cássio Cunha Lima como sendo obra da sua administração.

O que causa mais estranheza a oposição é que, apesar dos muitos empréstimos realizados pelo Governo Cássio Cunha Lima a situação do Estado é de precariedade, com seus setores essenciais como Saúde, Educação e Segurança completamente sucateados e, em risco de interdição, como vem ocorrendo com a rede hospitalar.

Fonte: redação com portais 
 

Nenhum comentário: