sábado, 22 de março de 2008

"Judas" Dom Cappio escapa de malhação em cidade cearense

Depois de ser repreendido até pelo Vaticano por fazer greve de fome contra a transposição das águas do Rio São Francisco, o bispo de Barra, dom Luiz Cappio, escapou de se execrado em praça pública graças à intervenção da Igreja. Em votação popular promovida pela Fundação do Folclore Mestre Eloi, em Crato, no Ceará, ele foi eleito o judas da Semana Santa. 



Com 2.681 votos, 22,77% do total, dom Cappio derrotou concorrentes como o cartão corporativo, o salário mínimo, Hitler, Fernandinho Beira-Mar, um estuprador (não identificado) e o presidente americano George W. Bush. 

 
Hoje, o Blog do Crato publicou uma mensagem na qual afirma que "parece irônico, mas a mesma igreja que torturou, matou, e queimou pessoas vivas na idade média, e segundo diversos renomados cientistas é responsável por mais de 500 anos de atraso no desenvolvimento da ciência, hoje, tomou posição inversa, e entrou para defender um boneco de pano que iria ser queimado em praça pública no largo da Reffesa em Crato simbolizando um dos seus membros". 


"No lugar do boneco, agora salvo do fogo expiatório, será usado outra coisa, para simbolizar somente o repúdio contra a luta que Dom Cappio se empenhava, ou seja, a de ser contrário à transposição. É isso que será queimado hoje, sábado, dia 22 de março no largo da Reffesa em Crato, até porque o povo que votou, milhares de pessoas e que foi maioria, precisa de um Judas Iscariotes para a sua malhação. O povo sempre precisa de um Judas...", diz o blog.

XXXXXXXXXXXX

XXXXXXXXXXXX

Nenhum comentário: