domingo, 16 de março de 2008

PIB: Para Delfim Netto, FHC entregou país "falido"

Conhecido pela condução da economia brasileira no período do chamado “Milagre Econômico”, durante os governos militares de Costa e Silva e Médici, o ex-ministro da Fazenda Delfim Netto falou a Terra Magazine sobre o crescimento de 5,4% do PIB em 2007, divulgado nesta quarta-feira pelo IBGE. E comparou os índices nos governos Lula e FHC.
- O Fernando Henrique entregou o Brasil falido. Todo mundo se recusa a entender esse fato - critica. Professor emérito da Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo (USP), Delfim crê que o crescimento do País terá menos entraves daqui em diante. - O Brasil, na minha opinião, se libertou das duas coisas que poderiam abortar o crescimento: a oferta de energia e o déficit em contas corrente não financiável - avalia. No ano passado, o País também registrou um crescimento de 4% do PIB per capita (a soma do PIB dividida pela população brasileira), totalizando R$ 13.515,00 anuais. Além disso, o setor que teve a maior alta foi a agropecuária, com 5,3%, seguido por indústria (4,9%) e serviços (4,7%). - A agricultura está bombando. O pessoal que fica falando, que fica criticando o governo, devia fazer uma viagenzinha para o interior para ver que o Brasil está crescendo lá, que é o que eles tentam esconder aqui - critica o ex-ministro. Ele também faz um alerta para os riscos de se manter a atual política cambial do país, aludindo a frase proferida pelo presidente Lula - quando o Brasil se tornou credor externo - em referência a Deus. - Esse câmbio é tão mais pernicioso quanto mais tempo ele continuar - afirma. - É por isso que o governo precisa fazer uma política industrial exportadora, para substituir a mãozinha de Deus quando ela decidir ir embora. Procurada pela reportagem, a assessoria do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse que ele não se manifestaria sobre as declarações de Delfim Netto. Fernando Henrique se recupera de uma cirurgia e, segundo a assessoria, passa bem. Leia a seguir a íntegra da entrevista com o ex-ministro da Fazenda. Terra Magazine - Qual sua avaliação do resultado dilvugado hoje? Delfim Netto - Era o esperado. Nenhuma surpresa, e vou dizer mais: suspeito que quando vier a primeira revisão (do PIB), (o resultado) vai ser um pouquinho maior. Terra Magazine - O senhor acha que esse crescimento se manterá em 2008? Delfim Netto - Para 2008, na minha opinião, tá praticamente contratado. Terra Magazine - O que sustentou esse resultado, professor? Delfim Netto - Na verdade são as forças do mercado interno e a idéia que foi colocada através do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) de que o Brasil podia crescer. Então, você tem investimentos em infra-estrutura começando a dar sinais que estão melhorando, você tem mercado interno e salário real crescendo, emprego crescendo, importações e exportações crescendo…Não existe nenhuma limitação que possa abortar esse processo de crescimento, mesmo com grandes dificuldades no mundo, talvez você tenha alguma redução… Terra Magazine - Como é o caso da crise nos Estados Unidos…Delfim Netto - É, mas não creio que isso tenha uma influência maior. Acho que o crescimento vai persistir no nível que está hoje. Terra Magazine - O setor que registrou a maior alta foi o da agropecuária. O que isso significa? Delfim Netto - A agricultura está bombando. Ontem eu fui a Rondonópolis (MT). O pessoal que fica falando, que fica criticando o governo, devia fazer uma viagenzinha para o interior para ver que o Brasil está crescendo lá, que é o que eles tentam esconder aqui. Fui para Rondonópolis e pude observar coisas que ninguém vê. Terra Magazine - Como por exemplo? Delfim Netto - Como por exemplo o Brasil crescendo robustamente. Terra Magazine - Qual a diferença entre o crescimento dos governos Lula e FHC? Delfim Netto - A diferença é completa. O Fernando Henrique entregou o Brasil falido. Todo mundo se recusa a entender esse fato; em 2002, o Brasil estava (em tom enfático) fa-li-do. Estava com déficit, a exportação crescia 4% enquanto a divida crescia 6,5%. Tinha US$ 17 bilhões de reservas e tinha feito uma bela duma….dum apagão em 2001. E não satisfeito, fez a crise externa em 2002, o que aconteceu foi isto. Houve uma mudança, o mundo também mudou…o Lula tem sido humilde, agora diz “eu, mais uma mãozinha de Deus, conseguimos fazer a coisa rodar”. Então a gente tem que reconhecer isso, que é o que está acontecendo. Terra Magazine - Os defensores da gestão econômica do governo FHC dizem que a admnistração do PSDB enfrentou várias crises. Delfim Netto - Olha, eu não acredito nisso. Esse negócio de que a administração do Fernando Henrique foi perseguida por Deus…Ninguém nem acreditava no bicho. Terra Magazine - E agora estamos às portas de uma nova crise, nos EUA, não? Delfim Netto - Na verdade nós cometemos erros graves na política cambial. Lamentavelmente a política cambial do Lula não é muito melhor do que foi no passado. A diferença é que realmente o Lula entendeu que a salvação do capitalismo está em melhorar a igualdade de oportunidades. É essa a diferença. O Brasil está vendo com um pouco mais de tranquilidade esse crescimento. Terra Magazine - O câmbio, com o dólar se desvalorizando cada dia mais, pode complicar o crescimento? Delfim Netto - Esse câmbio vai ter conseqüências no longo prazo. Esse câmbio é tão mais pernicioso quanto mais tempo ele continuar, porque ele vai ser combinado com um crescimento robusto, e é por isso que o governo precisa realmente fazer uma política industrial exportadora, para substituir a mãozinha de Deus quando ela decidir ir embora. Terra Magazine - Pode ser que o superávit na balança comercial se reverta? Delfim Netto - Isso não tem muita importância hoje. Na semana passada nós estávamos com US$ 196 bilhões de reservas, então nós temos tempo para corrigir qualquer coisa. O Brasil, na minha opinião, se libertou das duas coisas que poderiam abortar o crescimento: a oferta de energia e o déficit em contas corrente não financiável. Isso faz parte do passado. Terra Magazine - E agora é bola pra frente? Delfim Netto - Agora é bola pra frente. Terra Magazine.

19 comentários:

joao disse...

Não tenho dúvidas que o Brasil de hoje é maior que o Brasil de ontem, afinal isso é indicação básica de crescimento. Agora esse Delfim Neto é tão facínora quanto Sarney, Zé Dirceu etc...A diferença é que ele é gorrrdo!!!Um cara que já foi do governo militar, esquerda, direita, enfim...Ele torce pra quem ganha, em se tratando de Brasil, eu também torço pra quem ganha, assim todos nós ganhamos. O Brasil não ia bem em 2003, isso não é mentira e não há mídia golpista, nada disso. O que não se fala, ou não se quer falar, é que o plano real proporcionou o que somos hoje e que haveria um período de dificuldades para atingir a estabilização e isso foi agravado pelo cenário internacional que o Delfim Neto sabe muito bem, ele não precisa fazer muito para aparecer, afinal ele é bem notável, ou melhor, ele é gordo.

Anônimo disse...

Isso mesmo João.

Um belo comentário dizendo tudo com poucas palavras.


Alexandre.

Anônimo disse...

Delfim Netto é recalcado. Só porque ele é economista e fez o Brasil entrar na pior crise econômica até hoje, e Fernando Henrique e sua equipe salvaram o Brasil dela( a crise).
Ele foi apenas um ministrozinho, que queria ser algo mais, mas sua imcompetência e arrogância o fizeram tomar o caminho de casa!!! Já o FH, não queria ser ministro, foi forçado, disse sim ao Brasil, com humildade, com competência e conseguiu ser a autoridade maior deste país, colocando o Brasil no rumo certo.
Pede pra sair Delfim!
Giuliano Nader

Anônimo disse...

Quero apenas dizer que FHC vendeu o Brasil com financiamento do BNDES, poderíamos estar bem melhor se ainda fossemos donos da Vale e outras Estatais.
O Delfim foi uma praga que deveria ficar no anonimato.
Ainda não me responderam aonde o FHC colocou o dinheiro da venda das empresas estatais, acho que o Lula deveria mandar o Ministério Público Federal investigar isso. E tenho dito.

Anônimo disse...

Creditar a vitória contra a inflaçao ao FHC é uma tremenda INJUSTIÇA!!!
Isso apenas interessa ao pessoal do PSDB que querem um líder para seguir.
Quem era o presidente na época:
ITAMAR FRANCO (Político).

Quem era o ministro da fazenda:
FHC (Político e SOCIÓLOGO).

Quem era o principal gênio que elaborou o Plano:
GUSTAVO FRANCO (economista), esse é o cara!!! que ninguém fala.
O FHC só estava lá como ministro por indicaçao política. NAO ENTENDIA LHUFAS de economia. Era como uma samambaia.

Anônimo disse...

Caros Srs eu acho que o sr Defim Neto falou e a mais pura verdade como um presidente pegua um pais e faz o que F.H.C (VENDEOU O PAIS)e nao prestou conta a Naçao e ao seu final entregou com uma inflaçao de 30% ao mes e a beira de um crise energetica nunca visto antes na historia deste pais ANVATE LULA O meu nome e MAXIMIANO DE UBATUBA S.P

Anônimo disse...

Deve ser verdade. NINGUÉM melhor que o Delfim para saber se alguém quebrou um país.

Anônimo disse...

Pode ser que a minha memória me engane. Mas não foi o Delfim quem quebrou o Brasil depois de criar o falso "milagre brasileiro"?

Anônimo disse...

O problema é que o Lula não tem culhões para investigar nada. Seja qual for a investigação, sempre acabará no mar de corrupção desse atual governinho analfabeto e de nove dedos.

Anônimo disse...

MALONE DE MINAS GERAIS

CAROS AMIGOS O DELFIM POR FIM FALOU UMA VERDADE, DISSE QUE O LULA É O SALVADOR DA PATRIA E É MESMO, QUERO PERGUNTAR AOS SENHORES UMA COISA SÓ......NOS OUTROS GOVERNOS PRINCIPALMENTE NO FHC TODOS OS DIAS OUVIAMOS FALAR NUM TAL FMI ACHO QUE TODOS SABEM O QUE É????? MAIS PRÁ QUEM NÃO SABE ERA O FANTASMA DO BRASIL, ERA UM TAL DE PEDIR DINHEIRO EMPRESTADO E O TAL DO FMI VIR AO BRASIL VER SE PODIA EMPRESTAR , E O BRASIL NÃO DAVA CONTA DE PAGAR NEM OS JUROS DA CONTA PRINCIPAL ENFIM ERA UM LULA NOS ACUDA OPS (DEUS NOS ACUDA) VEJA AGORA........... VCS OUVEM FALAR DA DIVIDA EXTERNA?SABEM QUANTO O BRASIL TEM EM CAIXA???? E MESMO ASSIM COM TODOS OS ESCANDALOS, DA CUECA E O DIABO A QUATRO, MESMO COM TODOS OS ROUBOS QUE VEM ACONTECENDO NO GOVERNO (DEUS)LULA? NÃO NÃO SABEM, SOMENTE AS PESSOAS QUE ESTÃO QUERENDO VER ESSE BRASIL EM PÉ VE ISSO, QUE O (DEUS) LULA FEZ E ESTÁ FAZENDO COM AJUDA DO POVO QUE QUEREM TER A LIBERDADE DE IR E VIR SER TER UM FANTASMA DO FMI POR PERTO, ABRA OS OLHOS E VEJA O QUE ESTA ESTAMPADO NA SUA FRENTE NOSSO BRASIL TEM JEITO SIM É SÓ ACREDITAR. UM ULTIMO COMENTARIO....TENHO VISTO ALGUMAS PESSOAS QUE NÃO ACREDITAVA NA GESTÃO DO (DEUS) LULA E HOJE QUEREM UM 3º MANDATO PRÁ ELE, POIS SÓ ASSIM ELE PODERIA DEIXAR O BRASIL LIVRE DAS AMARRAS QUE NOS DEIXOU O SR FHC E SEUS MINISTROS.

malonerocha@yahoo.com.br

Rogério disse...

É uma palavra que tem "peso"...O Sr. Delfim é especialista no assunto (o de quebrar um país).

alfio disse...

Oquê a oposição, pelo PIG ( partido da imprensa golpista ), não leva ao povo - "oquê é interessante a gente mostra, o resto a gente esconde". É o ensinamento de Riccupero? Ou é para não ter que dizer "para esquecer o que ensinou ou falou?"
Que nosso país e outro bem melhor, não há dúvida alguma.

Anônimo disse...

Olha,o Delfim Neto,como professor de economia é respeitado.Sua opinião é importante.Como economista.Lula fez grandes mudanças nesse governo.A indústria naval tava capenga.A Petrobras (q o sociólogo queria transformar em Petrobráx made EUA) passou mais de uma década sem contratar um geólogo.Atualmente,já foram mais de 600.A Vale bate "records".Mas pra onde vai a grana preta?Pra matriz que é estrangeira.FHC,vomita moralidade.Mas teve um ministro (Ricúpero) dizendo q seu governo não tinha escrúpulos.Pro cara que disse aí em cima q não tem Mídia golpista.Vai ver a Malufista da Hebe,o senhor feudal da moralidade Arnaldo Pavor,ou o trio globeleza Willian Saco,Cristiane pénosaco e Alexandre Anipatia.Tá no youtube!Saudações.

Anônimo disse...

Petista divulgando opiniao do Delfim, tempos extranhos.

Angelo

Anônimo disse...

CARO PROFESSOR DELFIM NETO.

EU RESPEITO E APROVO SEU COMENTARIO
DO SR .FERNANDO TAPETE HENRIQUE POIS SOMENTE UM HOMEM DE CORAGEM PODERIA AFIRMAR QUE O TAPETÃO DO FERNANDÃO QUEBROU ESTE PAIS, VENDEU E NÃO PEQUEGOU RECIBO E NEM PRESTOU CONTAS DAS ESTATAIS QUE VENDEU, NÃO PAGOU UM TOSTÃO DA DÍVIDA EXTERNA.
-VAMOS RELEMBRAR : PASSAVA UM TERREMOTO NO JAPÃO, O BRASIL ESTAVA NO FMI COM A TIGELA ESTENDIDA PEDINDO $ , CHOVIA NA RUSSIA , INUNDAVA O BRASIL ,CERTO?
E SEU FERNANDO HENRIQUE SÓ PEDIDNDO $ PARA O FMI, LEMBRAM??
O JUROS ?? O POVO PAGA , O PETROLEO
CHEGAVA A $ 30,00 ,O POVO PAGAVA.
NÃO SOU DO PT E DE PARTIDO NENHUM, MAS O LULA, DEVOLVEU $ AO FMI, SOMOS CREDORES DO TESOURO USA, A CRISE ESTÁ LÁ FORA ,MAS AQUI ESTÁ INDO BEM OBRIGADO. SOU DO INTERIOR SR DELFIM NETO E O SR DISSE SOBRE CRESCIMENTO, ESTÁ CERTO MESMO QUE SEJA NO INTERIOR DE SP, IMAGINE NO CENTRO OESTE E NORDESTE.

F H C -------------NUNCA MAIS
QUE DEUS ESTEJA COM O POVO NA HORA DE VOTAR.

Simão disse...

Realmente não entendo, os comentários das viúvas do FHC são de um veneno, uma ira descomunal. Acalmem e aproveitem a melhor fase do Brasil, este que vocês tentaram e não conseguiram melhorar, e sim liquidar.

gilberto Silveira disse...

O que o Delfim fala e so parte do todo.Lula esta mostrando o que significa trabalhar com viSAO de Pais,resgatando oportunidades secularmente negadas ao povo brasileiro.E apesar da insensibilidade das nossas elites,o Brasil que comeca a despontar,se afirma a partir de politicas quase obvias,de estimulo a agricultura,a exportacao,aos pequenos e microempresarios,a facilitacao do credito e bem assim sua grande expansao ocorrida nos ultimod 03 anos(propiciando alias,o imbecil comentario de desinformados de que ""nunca os banqueiros ganharam tanto"")o que e verdade,pois nunca se emprestou tanto dinheiro para atividade produtiva e consumo!!!Os programas sociais,q resgatam milhoes de miseraveis,o estimulo do acesso ao ensino superior ,a criacao de escolas tecnicas,o dortalecimento do setor energetico alterando a Matriz energetica do Brasil,via biomassa,e aumento de pesquiza na Petrobras,a formacao de grandes e nunca vistos saldo de reservas,comecam a transformar nosso Pais,no verdadeiro Florao da America,conscientes ou nao,queiram ou nao aqueles q historicamente,e recentemente junto com FHC,so trabalharam nossas riquezas para si e para os seus....Ufa!!!! comecamos a andar.Sem precisar de engravatados e/ou titulados de Harvard !!!

Taí disse...

Caro Professor,

Contra fatos não há argumentos, você disse tudo, talvez alguns Fernandinhos tenham-se esquecido, mas o Brasil estava não apenas falido como encoleirado pelas políticas recessivas do FMI.

Quem não quer ver o crescimento do Brasil que fique em SP que quando o PSDB assumiu tinha mais de um terço da riqueza do país e agora têm pouco mais de 20%.

Esse é o único destino dos governos corruptos ou incopetentes do PSDB.

Anônimo disse...

Olha, me parece que o embate aqui é se Lula esta certo ou de FHC esta certo.O povo esquece que este FDP do Delfim é um oportunista que sempre se deu bem, no tempo da ditadura onde combatia os mesmos que estão no poder hoje.O povo esquece a era Sarney, onde fez o compulsório sobre combustíveis, sobre quem comprava carro, e olha que não era pouco(algo em torno de 40%).Alguem me diz se teve gente que recebeu esta grana de volta.Quem estavas lá? O seu Delfim, como assessor economico. E onde anda o Sarney hoje? É senador da republica pelo estado do Amapá(Sic!), passeando em Portugal com nosso dinheiro.Agora o Delfim mais uma vez fica dando parecer como se fosse o mais importante economista da atualidade. Porque não fez quando era ministro? Porque estes só sabem pegar carona no que da certo, são oportunistas. E tem gente que vota nestes crapulas.Leiam o artigo nesta pagina do Carlos Lessa, pra poder intender esta mentira toda que corre por aí.