terça-feira, 6 de maio de 2008

Oposição tucana-pefelenta aplica golpe no Prefeito de Campina-PB

Câmara de Campina afasta Veneziano por 90 dias

A Câmara Municipal de Campina Grande afastou por 90 dias o prefeito Veneziano Vital do Rêgo. A decisão foi tomada na sessão desta terça-feira (6), depois que os vereadores analisaram o relatório entregue ontem pelo presidente da Assembléia Legilativa do Estado, Arthur Cunha Lima (PSDB), contendo várias denúncias contra Veneziano.

A informação foi confirmada no início da tarde de hoje pelo secretário municipal de Articulação Política, Alex Azevedo, ressaltando que "a Câmara cometeu a maior arbitrariedade da história da Casa, e que isto é uma atitude de desespero". 

Além disso, o secretário afirmou que a oposição ao prefeito em Campina Grande é algo bastante nocivo para o desenvolvimento da cidade. 

Veneziano está reunido neste momento com alguns secretários para desse assunto. Até o final da tarde os advogados do prefeito devem entrar na Justiça contra a decisão da Câmara Municipal. "A lei está do nosso lado, e vamos provar pra Campina Grande o quanto a administração atual só traz crescimento para esta cidade", finalizou Azevedo.

Acrescentou que apesar do afastamento, Veneziano continua despachando normalmente nesta terça. Caso o prefeito e o vice não consigam uma liminar para permanecer no cargo, quem assumiria a prefeitura de Campina é o presidente da Câmara Municipal, Paulinho da Caranguejo. 

O relatório - O documento que foi entregue ao presidente do legislativo municipal contém 200 páginas que tratam de várias irregularidades que teriam sido cometidas pela administração de Veneziano e seu vice, José Luiz Junior.

Entre as irregularidades citadas no documento estão fraudes em processos licitatórios, emissão de notas fiscais frias, favorecimento indevido à empresa Linhares Mão de Obras Especializada.



Eliseu Lins 
Portal Correio da Paraiba

Nenhum comentário: