sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

A MÍDIA SIFU


Jussara Seixas

A imprensa está histérica, os abestalhados em polvorosa: o Presidente Lula, em discurso, falou "sifu", de se fodeu. "Imagine se um de vocês fosse médico e atendesse um paciente doente. O que você falaria para ele? "Você tem um problema, mas a medicina já avançou demais. Vamos dar tal remédio e você vai se recuperar". Ou você diria: "Meu, sifu. Se você chega dizendo a gravidade da doença, você acaba matando o paciente.” Quantas vezes todo mundo, eu disse todo mundo, já falou e ouviu essa expressão? Centenas de milhares de vezes. Mas o Partido da Imprensa Golpista, empregador de jornalistas educados, que não se vendem, não manipulam informações, não inventam, mentem, está indignado. O desejo PIG e do resto da oposição é que o Presidente Lula diga para o Brasil, para todos os brasileiros, em rede de TV no horário nobre, que estamos todos fodidos. Que a crise promovida pela ganância e irresponsabilidade dos banqueiros e do governo dos EUA fodeu o Brasil. O desejo da imprensa, das oposições, é que o Brasil se foda, pois essa seria a única maneira de dizer que a economia do governo Lula foi um fracasso, e que por isso o Brasil sifu. E que eles, oposição, que quebraram o Brasil três vezes, têm a solução para a crise, e por isso têm que voltar ao poder. Quem é imoral, sem ética: o Presidente Lula, que fez este país muito melhor para todos, que construiu uma economia sólida, capaz de passar por essa crise mundial só com alguns arranhões, ou o PIG e seus jornalistas abestalhados, que torcem pelo pior, desejam o pior, inventam crises diárias desde 2003? O Presidente Lula é um estadista, o mundo todo reconhece isso. O Presidente Lula fala a linguagem do povo, que o povo entende. E o povo ficou sabido. Mesmo em meio ao cenário econômico sinistro desenhado pela mídia, o Presidente Lula está com a popularidade e aprovação do seu governo nas alturas. O Datafolha divulgou hoje a pesquisa: "A avaliação positiva do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a bater novo recorde e agora 70% dos brasileiros consideram seu governo ótimo ou bom. Nenhum presidente no Brasil, desde a redemocratização, atingiu esse patamar. O recorde anterior já pertencia ao próprio Lula: 64% o avaliavam positivamente em setembro. Pesquisa Datafolha realizada entre os dias 25 e 28 de novembro mostra que o Presidente conta com a avaliação positiva da maioria da população em todos os segmentos socioeconômicos e regiões do país." Os jornalões do PIG e a oposição abestalhada sifu...
Jussara Seixas

3 comentários:

DANIEL PEARL disse...

POR QUE DILMA?
Em 12 de maio de 2008, o presidente Lula disse: "Conquistamos algo que não se mede em números, mas é decisivo para retomarmos o caminho do desenvolvimento: o País voltou a acreditar em si mesmo”. Antes de 2002, as forças conservadoras diziam através da atriz Regina Duarte: “Eu tenho medo do Lula”. Eles tinha medo de perder o poder para um ex-operário, que anos seguintes faria se tornaria no melhor presidente do Brasil. Lula foi iluminado ao dizer: ““Sabemos que temos muito a fazer, mas sabemos também que estamos no rumo certo. Aprendemos que uma boa combinação de políticas econômicas e sociais forma a base da superação de nossa pobreza secular e de nossa desigualdade entre classes sociais e regiões. Temos a certeza de que podemos avançar mais na construção de um Brasil ainda mais justo, e também na construção de um mundo melhor.”

Não podemos retrocer, as conquistas do Governo Lula pertence a Sociedade Brasileira. Em 2007, mais de 1 (um) milhão de famílias adquiriu a casa própria, foram vendidos 2,5 milhões de carros, 100 milhões de celulares, 10 milhões de computadores e 32 milhões de pessoas passaram a ter acesso à internet. O brasileiro passou a ter casa, carro, celular e computador porque conseguiu a satisfação de necessidades básicas, como alimentação adequada, acesso à saúde e à educação. Mais de 9,7 milhões de brasileiros deixassem a pobreza absoluta. O Programa Bolsa Família investiu R$ 9,2 bilhões em 2007 e mudou a vida de 46 milhões de brasileiros. O Produto interno Bruto (PiB) cresceu 5,4% e que as famílias gastaram mais 6,5% em 2007. O mercado interno movimentou a cifra de R$ 1,56 trilhão.

As ações do Governo Lula beneficiam todas as camadas da sociedade: redução da desigualdade, aumento da renda, qualidade de vida, avanços na educação (236 mil jovens no ProJovem (fev/08), 385 mil alunos no Prouni (abr/08) e 229 mil vagas/ano no Reuni (abr/08), mais 10 novas universidades federais, 214 novas escolas técnicas. A Educação vai receber mais de R$ 15 bilhões até 2011 para combater o analfabetismo, promover a melhoria do sistema e universalizar o ensino público brasileiro. Avanços nos Programas sociais: 11,1 milhões de famílias no Bolsa Família (mai/08), 7,9 milhões de pessoas no Luz Para Todos (abr/08), R$ 8,4 bi contratados no Pronaf, R$ 403 mi no Programa de Aquisição de Alimentos, Conta Caixa Fácil da CEF e o Banco Popular do Brasil. Emprego: 11 milhões de ocupações criadas, 8,9 milhões formais (jan/03-abr/08).Aumento do Consumo das famílias brasileiras, Investimentos recordes. Balança comercial positiva.

Nos últimos dois anos, 23,5 milhões de brasileiros passaram a integrar a classe média. Índice mostra nova queda da desigualdade na distribuição de renda. O Brasil tornou-se um País menos desigual. O crescimento econômico, aliado às políticas sociais do governo Lula. Outro indicador positivo foi a redução da miséria. Cerca de 9,7 milhões de pessoas deixaram o estado de pobreza absoluta, entre 2003 e 2006.

Nunca um presidente fez tanto pelo seu povo. Nós que fazemos o BLOG DA DILMA, queremos convocar a Sociedade Brasileira a lutar para continuidade de todas essas conquistas e não deixar que o PSDB venha destruir o sonho de um Brasil, numa provável eleição de um candidato tucano em 2010. O Capitalismo Neoliberal está em crise, às privatizações não deram certo em lugar nenhum, as mentiras do sociólogo Fernando Henrique Cardoso ninguém aceita mais e nem a interferência da Mídia Conservadora e Burguesa na escolha do próximo presidente da República.

Por que Dilma? A Ministra Dilma Rousseff é competente, séria, idônea, mulher talentosa, experiente, organizada, pulso firme, sensível, mãe... A candidata do presidente Lula e do povo brasileiro. Dilma será a renovação da esperança de um Brasil de Todos. Dilma será a primeira mulher a se tornar presidente do Brasil, um orgulho para todas as mulheres e também para todo brasileiro.

Convido você a divulgar o BLOG DA DILMA (http://dilma13.blogspot.com/). Coloque nos seus favoritos, nos links dos blogues, faça cartazes, distribua adesivos, envie e-mail para seus familiares, parentes e amigos. Participe! Não fique parado. É hora de reagir contra as Forças do Atraso.

Atenciosamente,
Daniel (Pearl) Bezerra de Oliveira
Editor geral do BLOG DA DILMA - http://dilma13.blogspot.com/
e do blog jornalístico DESABAFO BRASIL: http://desabafopais.blogspot.com/

Rômulo Gondim disse...

Caro Hélio, gostei do texto e mais uma vez reproduzi em nosso site: wwwromulogondim.com.br
Abraço forte e saudações educacionais

Anônimo disse...

Acho que o maior título que se pode dar à D. Dilma é o de mãe. Mãe é tudo. Um presidente , aliás, todo presidente, devia ser mãe. Assim, não teríamos pátria, teríamos mátria. Acho que, se podemos ver algum defeito em Lula, desculpe, no presidente Sr. Luíz Inácio da Silva (acho deselegante chamar os presidentes pelo nome, apenas, como se fosse íntimo deles)o defeito será o de não ser mãe. Mas é pai, o que é um nobre título, também. Assim, teremos uma dinastia petista em que todos ou terão sido pais ou mães.
Voltando ao tema de D. Dilma, o importante é que, sendo uma mulher, poderemos corrigir uma grave injustiça histórica. Penso até que D. Dilma poderá estipular a cota para mulheres nos vestibulares do país. Ficaria assim: 50% de cotas para afrodescendentes e correlatos (indiodescendentes, ciganosdescendentes, cinodescendentes, nipodescendentes, etc. todos os povos que têm sido massacrados pela elite branca brasileira). Os outros 50% ficariam com as mulheres, menos as brancas que, como sabemos, são descendentes da elite neocapitalista burguesa predatória. Com D. Dilma na presidência poderíamos, afinal, continuar a trajetória de ruptura radical que o presidente Sr. Luiz Inácio da Silva estabeleceu ao impedir qualquer tipo de privatização, seja de aeroportos ou mesmo de rodovias, ao nunca tomar qualquer partido com relação a quem quer que seja do seu governo que esteja minimamente acusado de envolvimento com corrupção, ao nunca mentir para o povo, ao impedir que ONGs investigadas por gestão fraudulenta da verbas públicas tivessem acesso a novos financiamentos, ao impedir os bancos de realizarem o exercício bilionário de emprestar dinheiro a aposentado a juros, com a segurança que o aposentado não poderá dar calote, já que o dinheiro será descontado com ou sem o consentimento do aposentado.Vamos votar em D. Dilma, sim, para que ela continue a trabalhar para que o partido continue nos transformando nessa nação de pessoas felizes, ao contrário de antigamente, quando tudo que o governo fazia era acompanhado com a lupa da esquerda, atenta a qualquer falha dos governantes. Hoje, graças a Deus, pudemos jogar fora a lupa: chegamos ao paraíso. Basta acreditar e manter o que aí está. Abaixo as mudanças, não às transformações. Lutemos, sim, mas lutemos pela manutenção do status quo, como queria Marx, em última instância, o inspirador de toda essa revolução que o PT conseguiu implantar no Brasil. E pensar que os teóricos de direita(que pouco estudam) juravam que o socialismo não daria certo. No Brasil deu.