terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Nem tudo são espinhos!


Paraíba supera 20 estados na geração de empregos formais

Ao contrário do que aconteceu em 15 estados brasileiros – o país perdeu 40.821 postos de trabalho -, a Paraíba voltou a registrar crescimento no número de empregos formais. No mês de novembro, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho e Emprego, foram criados 8.204 empregos com carteira (6.757 demissões), resultando num saldo positivo de 1.447. Com a criação dos novos postos celetistas, na Paraíba, o número de empregos gerados este ano, no período de janeiro a novembro, chegou a 12.295. De acordo com os números do Caged, o nível de emprego formal no país apresentou ligeira queda de 0,13% em novembro em relação ao estoque de assalariados celetistas do mês anterior, o que representou uma perda considerável. Entre os estados que apresentaram resultado negativo estão potências econômicas como São Paulo (-20.884), Minas Gerais (-33.921), Goiás (-6.238), Mato Grosso (-8.025), Mato Grosso do Sul (-1.689), Paraná (-172) e Bahia (-357). Estado ocupa 4º lugar na geração de emprego e renda No ranking dos estados que apresentaram resultados positivos em termos de geração de empregos, a Paraíba ocupa o quarto lugar em nível regional, ficando atrás apenas do Ceará (+ 4.245), Pernambuco (+ 2.802) e Sergipe (+ 1.770). Na relação nacional, ficou em sétimo, em função do desempenho do Rio de Janeiro (+ 17.547), Rio Grande do Sul (+ 8.036) e Santa Catarina (+ 3.847), os únicos três estados fora da Região Nordeste que mais geraram empregos. O secretário executivo de Indústria e Comércio, Fabrício Oliveira, disse que há um esforço extraordinário do governo estadual para estimular as empresas no estado a ampliarem suas instalações e, conseqüentemente, buscarem novos mercados, tanto interno como externo. "Além disso, a atração de novas empresas para a Paraíba foi determinante para geração de empregos, renda, riquezas e oportunidades de trabalho, que continua permanentemente até os dias atuais, sem contar que o governador Cássio Cunha Lima tem atuado diretamente em muitos casos, assegurou, adiantando que "fruto dessas ações tem aflorado a toda hora, resultando numa economia que cresce constantemente e se destaca diante de potenciais estados do Nordeste".
Fonte: imprensa-pb

Nenhum comentário: