quinta-feira, 16 de julho de 2009

Pizzaiolo, nós?... Apagão Elétrico

Bons pizzaiolos? Depois de Lula afirmar que no Congresso existem mais de 300 picaretas, agora fala que os senadores de oposição são bons pizzaiolos. A pizza é uma mania nacional, razão porque penso que Lula não acertou dessa vez. Um Senado em que senadores recebem propinas milionárias, onde existe um motel, onde senadores sonegam Imposto de Renda, onde se administra com atos secretos, onde a maioria sequer se preocupa em assinar o ponto, onde tem senador inscrito na Dívida Ativa, e por ai vai, dizer que esses senhores são "bons pizzaiolos", é uma agressão ao gosto nacional. O Presidente Lula, com 80% de apoio da população, bem que poderia ter dito o que realmente a maioria da população, (que assiste a tudo isso e nada pode falar), tem vontade de falar: FILHOS DA ....! Isso sim, depois disso, ele poderia ir para a galera, Comemorar.

Por essa fhc não esperava!O Valor Econômico noticiou auditoria do TCU (Tribunal de Contas da União) apurou o custo do apagão elétrico, produzido pelo governo tucano de FHC, para os brasileiros: R$ 45,2 bilhões! Esse foi o valor retirado diretamente do bolso dos brasileiros através do impacto nas tarifas e através do Tesouro Nacional. O valor é suficiente para a construção de 6 usinas hidrelétricas do porte de Jirau, uma das maiores em construção. Não foi incluído no cálculo as perdas indiretas como desacelaração do crescimento econômico (PIB), inibição de investimentos e de geração de empregos. O apagão ocorreu em 2001 e continuou afetando diretamente a atividade econômica até 2002. O noliberalismo do estado mínimo tucano saiu bem mais caro do que se houvesse, na época, planejamento e investimento estatal.

A Oposição de Pizzaiolos está reclamando do que? O Senado vai entrar em recesso, e entre centenas de discursos "defendendo a moralidade", as únicas AÇÕES concretas foram tomadas por ninguém menos do que o demonizado Presidente da Casa, José Sarney. A anulação dos mais de 600 atos secretos e devolução do dinheiro aos cofres do Senado, foi medida determinada por Sarney, mas os "paladinos da moralidade" demo-tucanos já querem fazer a PIZZA, derrubando a medida na justiça.
Nada de Arthur Virgílio (PSDB/AM) calcular e dizer qual é o valor que vai devolver aos cofres públicos do Senado. Joga com o tempo para deixar a PIZZA assar.
Tasso Jereissati (PSDB/CE) nem cogita em devolver R$ 500 mil de querosene gasto para seu jatinho às custas do Senado. Acabou em PIZZA.
Heráclito Fortes (DEMos/PI), não devolve o prejuízo causado ao erário, em torno de R$ 1 milhão, apenas com o emprego da filha fantasma de FHC. Já engoliu a PIZZA.
José Agripino Maia (DEMos/RN) e Flexa Ribeiro (PSDB/PA), ja transformou em PIZZA os pagamentos da Camargo Correa na operação Castelo de Areia com intermédio da FIESP. No Senado acabou em PIZZA, mas na Polícia Federal e Ministério Público ainda vai render.
Eduardo Azeredo (PSDB/MG), foi absolvido no Conselho de ética, mesmo depois de tornar-se réu pelo mensalão tucano. PIZZA.
Marconi Perillo (PSDB/GO), mesmo denunciado pelo Ministério Público, é eleito vice-presidente do Senado depois disso. E dá-lhe PIZZA.
Kátia Abreu (DEMos/TO), não declarou 3000 cabeças de gado ao TSE, além de várias denúncias na imprensa. E a PIZZA assando...
Pedro Simon (PMDB/RS), a gente fecha os olhos ouvindo os discursos dele, pensa que ele está falando da Yeda Crusius, quando abre os olhos não é. Nem toca no assunto Yeda Crusius a não ser para defendê-la. Esse é o maior PIZZAIOLO da política nacional.
MaraJarbas (Jarbas Vasconcelos, PMDB/PE) transformou em PIZZA sem resposta, sua bolsa-marajá de R$ 17.374,00 como procurador da Assembléia Legislativa, aposentado com apenas um ano de cargo. Também temperou a PIZZA com a sigla JV, um caixa 2 de MaraJarbas em 1993.
Cristovam Buarque faz a "promoção" leve 1 PIZZA pague 2: o contribuinte elege 1 Senador, e paga 2 gabinetes no próprio Distrito Federal.
Se perguntarem a 10 entre 10 pessoas, se preferem que uma equipe de auditores da Petrobras investigue o Senado, ou se preferem que Senadores investiguem a Petrobras, adivinhem qual a resposta unânime das 10 pessoas?
Mas os senadores demo-tucanos preferem fazer a CPI de lesa-pátria da PetrobraX, do que a CPI do próprio senado proposta por José Neri (PSOL/PA). Quer mais PIZZA do que isto?
Os pizzaiolos da oposição estão reclamando do quê?

Nenhum comentário: