Ser covarde, é...

Ser covarde, é...

sábado, 23 de abril de 2011

A favor da redução da maioridade penal para 16 anos!

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Crimes cometidos por adolescentes

Adolescente morre esmagada ao tentar invadir mercadinho.
Publicado em 22/04/2011 por Marconi.

Uma adolescente morreu imprensada em uma porta na madrugada da quinta-feira (21) no município de Sousa, no Sertão paraibano. As circunstâncias ainda são investigadas pela polícia, mas a principal suspeita é de que ela tenha ficado presa quanto tentava invadir um pequeno comércio para praticar um furto. O caso aconteceu no conjunto Frei Damião.
O 14º Batalhão da Polícia Militar de Sousa registrou a ocorrência às 4h30. De acordo com o boletim, a moça de 14 anos morava na mesma comunidade. A polícia foi chamada por vizinhos que escutaram uma pessoa pedindo ajuda. Quando a equipe da PM chegou ao local, a adolescente já estava morta.
No bolso da vítima, foram encontrados um cachimbo, uma caixa de fósforo e um pedaço de papel alumínio. O material geralmente é usado para o consumo de pedras de crach. Com base nos primeiros levantamentos, a PM trabalha com a hipótese de que a adolescente tentou entrar na casa para furtar dinheiro ou produtos de um mercadinho que funcionava no local.
Bombeiros foram chamados para retirar o corpo do local. A Delegacia de Sousa vai investigar o caso com base na perícia feita no local. O objetivo é comprovar se a morte da adolescente foi acidental.
*Ou acabamos com esse estória de passar a mão na cabeça dos adolescentes infratores, ou logo seremos destruidos pelo ódio deles.

Amor ao ar LIVRE!

terça-feira, 19 de abril de 2011

Assassinato Travesti

Video mostra travesti sendo morto a facadas em Campina grande, PB.

O Correio Verdade da Tv Correio veiculou o vídeo gravado pelas câmeras de monitoramento da Superintendência de Transporte e Trânsito (STTP), sobre o assassinato do homossexual Daniel Oliveira Felipe, de 24 anos. O crime ocorreu na última sexta-feira (15) em Campina Grande,Paraiba.
O crime não foi considerado pela policia como homofóbico, mas tem um detalhe já banalizado, que é a presença de um menor envolvido. Muito se fala do aumento da violencia, como se fosse normal conviver com a ela, e, sempre se atribui a responsabilidade ao governo federal. Ninguém faz auto critica para ver que a violencia está dentro de casa e ela começa cedo, já na criação dos nossos filhos. Mas o que quero chamar a atenção para esse problema, é a defesa intransigente dos menores infratores e as responsabilidades que eles podem assumir. O país melhorou nos últimos 16 anos e isso não foi o suficiente para conter o aumento da criminalidade mesmo com o aumento da oferta do emprego e a diminuição da miséria. É nesse contexto que quero advertir que uma das causas do aumento da criminbalidade, é a impunidade aos menores, já que, menor infrator, ele se torna um maior bandido, e é só ai, que a sociedade percebe que tem um problema. O maior é visto como monstro, o menor é visto como inocente usado. Assim não dá, né?

Contra a impunidade aos bandidos menores de idade

Em João Pessoa-PB, menor é apreendido acusado de homicídio.

A polícia apreendeu na madrugada desta terça-feira (19), um menor acusado de assassinar um homem na manhã dessa segunda-feira(18), no Bairro Castelo Branco, em João Pessoa. Apreensão ocorreu no mesmo bairro onde ocorreu o crime.
Leia mais: Homem é encontrado morto dentro de casa no Castelo Branco.
Na delegacia, o acusado disse que participou do crime pilotando a moto. O autor dos disparos continua foragido, mas policiais da Delegacia de Homicídio já estão de posse de informações sobre o paradeiro do susposto responsável de efetuar os tiros.
O menor afirmou que o crime foi uma vingança com rixas anteriores entre a vítima e os acusados. Após o depoimento, o adolescente foi levado para a Delegacia do Menor.

Hyldo Pereira.

sábado, 16 de abril de 2011

GP de F1 da China.

A pole é de Vettel, mas o record é de Schumacher em 2004 numa Ferrari.

A pole obtida por Vettel (Red Bull). hoje: 1:33.706, dia 16/04/2011

Record de Schumacher (Ferrari) em 2004: 1:32.238, dia 26/7/2004.

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Paraiba: Terra sem Lei

Bandidos retaliam ações da Polícia e aterrorizam Mandacarú à luz do dia.

Não deu tempo o Governo comemorar mais uma prisão de "perigosa quadrilha" como vem sendo o script do secretário Cláudio Lima. Logo após o anúncio bomabástico da cúpula da Segurança Pública sobre ações de combate ao crime um grupo de meliantes levou o terror ao bairro de Mandacarú numa mensagem explicita de que, a Polícia de Ricardo Coutinho não inspira medo a ninguem.

Em menos de 12 horas após a da prisão de uma quadrilha acusada de assassinatos, assaltos e tráfico de drogas no bairro de Mandacaru, em João Pessoa, os bandidos não se intimidaram e continuam desafiando a polícia.

Na noite de terça-feira, (12) uma gangue levou pânico aos moradores do bairro com a prática de assaltos e disparos para o alto. Com medo, muitos moradores que se encontravam na rua entraram em casa e fecharam as portas e não quiseram falar com a imprensa com medo de sofrerem represálias por parte dos bandidos.

De acordo com a polícia, os bandidos assaltaram três mercadinhos e só não invadiram outros estabelecimentos comerciais porque os proprietários fecharam as portas. Após os assaltos, eles saiam pela rua efetuando disparos para o alto como forma de intimidar os moradores.

Enquanto os bandidos estavam agindo, alguns moradores, mesmo com medo de represálias tiveram a coragem de ligar para a polícia e informar o que estava acontecendo no bairro. Várias viaturas e homens dos grupos de elite da Polícia Militar foram acionadas e realizaram investigações e buscas, mas os bandidos não foram presos.

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Enquantos muitos pedem por um maior....

Agricultor faz apelo para reduzir tamanho de pênis Desde os 25 anos de idade, Antônio luta contra uma doença no órgão genital provavelmente ocasionada pelo excesso de hormônio na alimentação ingerida desde a infância.
Um agricultor morador do Curimataú paraibano está desesperado há 5 anos por conta do crescimento descontrolado do pênis. Antônio da Silva de 30 anos, conhecido como Antônio “Madeirão”, mora a 225 km de João Pessoa, na cidade de Nova Floresta.
Desde os 25 anos de idade, Antônio luta contra uma doença no órgão genital provavelmente ocasionada pelo excesso de hormônio na alimentação ingerida desde a infância.
De acordo com especialistas no assunto, a disfunção deve ter sido motivada pelo desenvolvimento de um nervo no pênis.
Com 30 anos e 30 cm de pênis, o agricultor teme pela perda do órgão e apela às autoridades públicas de saúde que o ajudem com a realização de exames e posteriormente uma intervenção cirúrgica.
Pollyana Sorrentino com Emerson Machado da Tv Correio

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Decadência e Baixaria: Noticiário policial na PB se transforma em circo de horrores e causa indignação

Foi preciso alguém de fora meter o bedelho para mostrar o nível de decadência que alcançou o noticiário policial na Paraíba. A tragédia virou show e a mediocridade o único instrumento para se alcançar a audiência já que os programas se transformaram em picadeiros de horrores, que encantam homens, mulheres, velhos e crianças, numa versão moderna do que se passava no velho Coliseu romano, onde pessoas eram estraçalhadas para delírio da turba ignara.
A nutricionista Elaine Oliveira – ela faz questão de ressaltar que não é jornalista – teve um gesto de cidadania ao passar para o papel a sua estupefação diante dos horrores transmitidos no dia a dia pelos programas policiais, onde a vida, a dor alheia, alcançou índices inimagináveis de banalidade e divertem o paraibano já insensível às tragédias do cotidiano.
Num texto de fazer inveja aos “jornalistas” que produzem esse show de horrores diários, Elaine retrata o nível de decadência que a imprensa paraibana atingiu ao transformar em celebridades a mediocridade e o analfabetismo de uma meia dúzia de “palhaços” que controlam a mídia e garantem a audiência.
A nutricionista estaria cumprindo o papel de certas entidades ligadas ao exercício da profissão que passam ao largo desse festival de baixaria, onde o sangue e a miséria são ingredientes indispensáveis para o entretenimento de uma camada social cujo poder de discernimento é zero.
É chegada a hora de entidades como a API e o Sindicato dos Jornalistas tomarem uma posição diante desse quadro de horrores patrocinado pela ganância estúpida dos empresários de comunicação.

Abaixo o texto da nutricionista:
A TV paraibana nunca foi tão ridicularizada. As mortes transmitidas das 12 às 13h, que já era prato principal do almoço de muitos paraibanos "vidrados" no correio verdade agora estão do jeito que o jornalismo imprudente sempre sonhou: as pessoas riem da desgraça alheia e a bandidagem ainda vira melô, hit musical...
Pois é, as novas celebridades do jornalismo local não são reconhecidos por seu trabalho sério e competente em informar...não são visto pelo Brasil como repórteres que elevam a Paraíba...são reconhecidos em toda a parte, mas, como o próprio Portal Correio anunciou em 2010, " Agora, toda a Paraíba vai ver e conhecer a força, a alegria e a irreverência de Samuca Duarte e Emerson Machado." É mesmo uma pena que estivessem falando de um programa policial...
Sucesso no you tube, orkut e afins, a "dança do mofi" é unanimidade: agrada tanto aos cidadãos de bem quanto aos bandidos. As crianças, incentivadas até mesmo pelos pais, colocam a camisa na cabeça e com os braços para trás dançam e aumentam a popularidade do jornalismo que todas as tardes ri da falta de consciência de uma população que já acostumada com a impunidade, resolveu aceitar que ela virasse piada.
Tratados como "amigos" (já que são a audiencia), os criminosos até gostam das brincadeiras, afinal de contas, nem é assim tão grave o que eles fazem...
... Para mim, parecia que já tinham usado e abusado de todas as armas do sensacionalismo, mas mostraram que não: no dia 31 de março o telejornal foi transmitido em pleno Mercado Público de Mangabeira, e é claro, com direito a palco e plateia.
A cada notícia de mais uma entrada no Hospital de Emergência e Trauma ou de uma briga em bar que acabava em morte, uma música era tocada pela banda que estava participando do Caravana da Verdade. Lágrimas, perdas e outras tristezas que merecem respeito (seja por quem for), viraram show. Um show desejado e aclamado por muitos telespectadores. Ah, a ideia contraditória e doentia da contratação da banda foi anunciada no prórpio Portal Correio, com as seguintes palavras:" A Banda Identidade Baiana realizará um show para animar ainda mais o evento, das 11h às 14h."
Samuka Duarte, Emerson Machado ( Mô- fi), Marcos Antonio (O Àguia), Josenildo Gonçalves (O Cancão da Madrugada) e toda a equipe de edição do Correio Verdade conseguem, dia após dia, tornar animadas as refeições de paraibanos que não se importam em almoçar frente às cenas de corpos perfurados e poças de sangue humano. Creio que não conseguem, com a mesma eficácia, tornar menos dolorosa a sina de uma mãe que sente a dor de ter um filho que agora é presidiário, de parentes de uma criança que morreu acidentalmente ou de um pai, que vê seu filho destruído pelas drogas, morto e servindo de audiência para um programa de humor negro chamado Correio Verdade.
Não sou jornalista. Sou nutricionista, mas antes disso, cidadã. Incomodada com o desprezo explícito à vida humana senti a obrigação de pedir a todos os meus contatos que repensem seus valores de respeito e dignidade à vida sempre que pensem em assistir esse e outros programas que indiquem sinais tão fortes de insulto a nós, telespectadores. Insulto a nossa capacidade e direito de exigir jornalismo de qualidade em palavras e atitudes.
Se concorda, repasse o email. Quanto mais as pessoas se conscientizarem dos "pequenos" males que nos envolvem com graça e alguns risos com gosto de sangue, mais chance teremos de exercer e usufruir daquilo que chamamos de cidadania. Merecemos mais respeito.
Atenciosamente,
Elaine Oliveira

Por que o foco é virado só para a Paraiba?
Há de se falar também dos programas que são levados em nível nacional, como o programa de Datena na Band. Para os apresentadores, "bandidos e vagabundos" são as pessoas abordadas pela policia, não importa o crime (se é que cometeu) imputado a elas. Numa situação em que as pessoas são obrigadas (mesmo contrariando a Cosntituição) a provarem a inocência e ainda estando presos, não deixa de ser pura encenação, a defesa da sociedade tão falada pelos apresentadores.
Achei importante que alguém tocasse nesse tema, mas acho estranho que tenha sido feito logo em cima de Samuka, que é um dos poucos equilibrados, nesse circo de doidos. Concordo com a critica feita em cima de Edson Machado, porque entendo que ele desrespeita o ser humano. Além da pessoa está presa, algemada, ele humilha e mesmo o preso em custódia pelo Estado, ele expõe e já dar a sentença sem nenhum julgamento, só porque a policia fez o flagrante. A palavra da policia é mais poderosa que todas as provas e consequentemente mais forte que a da justiça.

Apresentador perde noção.
Certa vez vi uma reportagem exibida na Band, sobre um senhor de idade que tinha relacionamentos sexuais com crianças. Ok, até ai tudo bem, mas o mais espetacular que vi, foi a falta de noção de Datena, que no avã de falar, chamou o acusado de "crápula e mentiroso". Ora, crápula, é até compreensível, mas mentiroso, se o acusado assumiu todas as denúncias feitas policia?

Helio de Almeida.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Geraldo Vandré canta "Aroeira" - 1967

O som não é muito bom, mas a mensagem é revolucionária. É importante sabermos da história desse país para que não caiamos mais em golpes. Vandré falava contra a miséria a exploração no campo, nas cidades. Esse país relatado no passado de certa forma ainda existe, pois os donos do capital não socializaram a riqueza e o governo não ousou romper com essa situação. É preciso continuar avançando para "juntos cobrarmos a conta".