segunda-feira, 2 de maio de 2011

Corpo de Bin Laden foi jogado ao mar, segundo imprensa dos EUA

Corpo de Bin Laden foi jogado ao mar, segundo imprensa dos EUA Mundo/corpo do terrorista.
Corpo de Bin Laden foi jogado ao mar, segundo imprensa dos EUA.

O corpo do terrosita Osama bin Laden, morto neste domingo em ação militar dos EUA, foi jogado ao mar, como manda a lei e tradição islâmicas, disseram à rede de televisão local NBC fontes oficiais americanas. Ainda não há confirmação oficial.

Em discurso na TV, o presidente dos EUA, Barack Obama, confirmou a morte. "Depois de um tiroteio, eles [soldados americanos] mataram Osama bin Laden e assumiram a custódia de seu corpo", detalhou.
As práticas islâmicas requerem que o corpo seja enterrado nas 24 horas posteriores a morte. O canal ABC, por sua vez, citando outros interlocutores do governo americano, disse que a decisão foi tomada porque encontrar um país disposto a sepultar o terrorista mais procurado do mundo parecia uma missão complicada demais.
"Os americanos tomaram o corpo de Bin Laden em custódia depois do tiroteio, o levaram ao Afeganistão em helicóptero e confirmaram sua identidade. Um funcionário dos EUA disse que foi jogado no mar às 2h, hora de Washington (3h em Brasília), de conformidade com a prática islâmica", informa a rede ABC.
Outros meios de imprensa americanos, como jornal "The New York Times", também afirmaram que o corpo de Bin Laden foi "jogado ao mar", sem oferecer mais detalhes. A CNN, primeira a noticiar a morte do terrorista líder da Al Qaeda, citando um funcionário da Administração dos EUA, explicou que o cadáver foi sepultado "segundo a tradição islâmica".
"Um alto funcionário de segurança nacional acrescentou que tinham várias confirmações de que o corpo era o de Bin Laden, incluindo imagens do corpo e do rosto", disse a CNN, embora o oficial não tenha explicado se foram realizados testes de DNA.

ANÚNCIO.

"Nesta noite tenho condições de dizer aos americanos e ao mundo que os Estados Unidos conduziram uma operação que matou Osama bin Laden, o líder da Al Qaeda e terrorista responsável pelo assassinato de milhares de homens, mulheres e crianças inocentes." "A justiça foi feita", afirmou o presidente dos EUA.
Foi neste domingo, segundo o presidente, que deu a ordem para uma equipe de soldados dos EUA capturar Bin Laden. Obama afirmou que nenhum americano foi ferido. Funcionários do governo dos EUA detalharam que outros três homens e uma mulher teriam morrido no ataque.
"Finalmente, na última semana, eu determinei que nós tínhamos informações suficientes para agir (...) Depois de troca de tiros, eles mataram Osama bin Laden e tomaram seu corpo sob custódia", afirmou Obama.
"Nós não vamos tolerar ameaças a nossa segurança nacional ou aos nossos aliados. Não há dúvidas que a Al Qaeda continuará a atacar", disse ainda durante o pronunciamento, ressaltando o que disse George W. Bush quando presidente: que a "Guerra ao Terror não é contra o Islã". "A Al Qaeda é um destruidor em massa de muçulmanos", afirmou.
Enquanto ele falava, centenas de pessoas estavam concentradas em frente à Casa Branca, em Washington, para comemorar com gritos de alegria e mensagens patrióticas a morte. Seguravam bandeiras, cantavam o hino nacional e bradavam "USA". Na Times Square, em Nova York, outra multidão tomou as ruas.

Nenhum comentário: