segunda-feira, 14 de maio de 2012

Já sabemos quem é o dono da Lamborghini apreendida sem documentos em João Pessoaa

13/05/2012

MUY AMIGO: Lamborghini de Santiago vira atração no pátio do Detran; máquina milionária continua retida à espera da documentação.


* A lamborghini foi apreendida no dia 30 de abril, e no momento da apreensão, a mídia não divulgou o nome do proprietário do milionário automóvel. Agora, todo mundo sabe que tratá-se de um dos maiores empresários da Paraiba, e dono de um dos mais caros estacionamentos de João Pessoa.
Ricardo para Santiago: "Não adianta, parceiro, a Lei tem que ser respeitada"
O Detran já pensa em instituir uma taxa e aumentar sua receita já substancialmente elevada em razão da diligência do comandante do Bptran, tenente-coronel Paulo Sérgio, fiel cumpridor das ordens do seu comandante geral, cujo desempenho já retirou das ruas mais de 8 mil veículos irregulares; entre eles uma LAMBORGHINI, a poderosa máquina do mega-empresário Roberto Santiago, dono do Manaíra Shopping e de outro mega-investimento a ser construído em Mangabeira, orçado em mais de R$ 200 milhões.
O carro esportivo avaliado em US$ 1,5 milhões, já se transformou em atração no pátio do órgão, onde os usuários dos serviços da instituição não desperdiçam a oportunidade para conhecer de perto e ao vivo um dos veículos mais famosos e caros do mundo.
Isolado dos carros apreendidos aos mortais comuns, protegida por uma capa com o distintivo da famosa marca italiana e uma escolta de motos da PM, a Lamborghini do mega-empresário - amigo do peito do governador Ricardo Coutinho, com quem já firmou milionárias parcerias; apesar de toda essa aproximação a máquina concorrente da Ferrari continua retida à espera da documentação legal, para que possa transitar nas ruas da capital sem correr o risco de se deparar com o rigor instituído pelo comandante geral da PM, coronel Euller Chaves, que se orgulha de ser legalista e de não respeitar caras quando o assunto é a aplicação da Lei.
A Lamborghini já repousa há dias no pátio do Detran sem prazo para sua liberação já que, tudo indica a documentação necessária junto a Receita Federal tem esbarrado na morosidade da burocracia aduaneira do país e, assim, impedido o empresário de usufruir de sua potência pelas ruas de João Pessoa.
Enquanto esses dissabores da burocracia retêm a máquina de ouro, a curiosidade popular tem feito filas para ver e crer da existência desse sonho de consumo inerte e estacionado no pátio do Detran tão ao alcance da realidade em razão de uma política de austeridade implantada pelo governador que exige dos seus subordinados, como o coronel Euler, que vá às ruas apreender todo e qualquer veículo que trafegue irregular, independente de quem seja o seu proprietário.
E essa nova realidade política implantada na Paraíba surpreendeu o poderoso empresário acostumado a aterrar rios e vales impunemente, sem que o rigor da lei lhe tire o sono e atrapalhe os sonhos milionários que povoam sua imaginação.
Santiago despertou para essa nova realidade ao se deparar com a blitz do tenente-coronel Paulo Sérgio em uma das ruas da cidade e ter seu brinquedo de ouro arrebatado para o Detran sem dó nem piedade.
De tão grande a curiosidade das pessoas o Detran já pensa em tirar proveito e organizar as filas para recolher donativos que poderiam ser posteriormente distribuídos pela primeira-dama, Pámela Bório, para instituições de caridade em chás beneficentes, como era praxis antigamente. Quem sabe entretida com essa atividade humanista, ela não devolvesse ao marido o controle do estado e o airbus socialista voltasse à rota normal de sucesso e modificações tão necessários aos paraibanos, abruptamente desviada pela imperícia política da bela dama.
Ou, talvez, numa versão mais moderna, em um desses eventos Fashion Week tão ao gosto da época; podendo usar até as dependências da famosa casa de espetáculo também do empresário, a Domus Hall, o que poderia reabilitar a imagem do local estraçalhada por outro auxiliar de Ricardo, o Coordenador do Programa de Combate as Drogas, pastor João Pereira Gomes, que a considerou um templo de perdição para a juventude paraibana.
A verdade é que este Governo não dá ponto sem nó e a máquina de Roberto Santiago transformou-se em troféu e atração pública, o que significa dois coelhos de uma cajadada só: receita e prestígio popular já que a prisão do caro do milionário está sendo vista e vendida como a marca da austeridade de um governo que não respeita caras nem amigos.
Aliás, como recordar é viver o Mago do Manaíra Shopping já levou duas peitadas do Governo de Ricardo. A primeira desferida pelo pastor João Pereira Gomes quando acusou a casa de show do empresário de ser um antro de consumo de drogas e de perversão sexual; a segunda, agora, quando da prisão de sua Lamborghini cujo feito foi comemorado como uma façanha digna de medalha e promoção dentro do Comando Geral.
Em razão de toda essa movimentação e entusiasmo o Jampanews aconselha aos amantes do Automobilismo que, nesse domingo, esqueçam o Auto Esporte da Rede Globo, aliás, ostensivamente hostil ao Mago do Palácio, e façam uma visitação ao pátio do Detran antes que o troféu de caça do coronel Euler seja devolvido às ruas pela legalização da documentação exigida por Lei, e confiram que, dinheiro e poder, pelo menos na gestão socialista, não podem tudo, viu seu Roberto.

Nenhum comentário: